quinta-feira, dezembro 15

Sobremesa creme de morangos, dois chocolates e suspiros da Andressa Daniela Maurina de Itapema SC


Acredito e digo sempre, inclusive como conselho de mãe que inúmeras vezes dei a minha filha, que um bem preciosíssimo que temos de preservar a vida inteira são as boas e verdadeiras amizades. Estes, não são tantos quanto os números que temos nos nossos perfis nas redes sociais. Muitas vezes dá pra contar nos dedos das mãos aqueles que são os mais íntimos em nossas vidas.
De coração aberto e sem pré julgamentos também acredito que é possível formar belas amizades mesmo depois de "muito adultos".
No último sábado tivemos o prazer de receber em casa alguns destes amigos preciosos e novos amigos que vem através dos velhos marcar seu lugar em nosso coração.
Alessandra e Rafael, sejam muito bem vindos em nossa casa, nossa mesa e nossas vidas! O nosso lema sempre é: "só cozinhamos pra quem gostamos".
Obrigada Lete e Israel por compartilhar conosco esta amizade tão divertida.
O jantar estava ótimo! De entrada uma cestinha de massa folhada com cebola roxa caramelizada e linguiça calabresa, que já fez sucesso em eventos anteriores. Espero postá-la em breve pois acabei esquecendo de fotografar mais uma vez. Os pratos da sequencia foram um siri ao leite de coco e cordeiro tailandês com arroz de banana. Estas receitas já postei e vocês podem encontrá-las na aba de receitas do Ronaldo.
Mas hoje, quero apresentar para vocês a receita de uma sobremesa deliciosa e fresca. Quem me ensinou esta receita foi a Andressa, minha lindíssima manicure. Quero aproveitar para dizer que até hoje não encontrei ninguém que faça um trabalho tão perfeito quanto o dela.
Ela não me deu uma receita. Apenas me explicou como se faz. Então esta é uma adaptação de sua receita e não a reprodução da original. Acrescentei apenas os mirtilos no final, mas vocês podem fazer sem eles sem nenhum prejuízo de sabor.

INGREDIENTES:

1 lata de leite condensado
5 colheres (sopa) de chocolate em pó
2 caixas de morangos picados
1 pote de natas ou creme de leite fresco (500 gramas)
1 pacote de suspiros quebrados
1 barra (180 gramas) de chocolate branco
100 gramas de mirtilos (opcional)

PREPARO:


Leve o leite condensado e o chocolate ao fogo em uma panela e faça um brigadeiro mole. Reserve.
Derreta em banho maria ou de 30 em 30 segundos no microondas o chocolate branco. Se derreter no microondas lembre-se de mexer nos intervalos. Junte a nata ao chocolate derretido misturando bem até ficar completamente incorporado.
Vamos a montagem. Eu fiz em potes individuais, mas imagino que ficará bom também em um refratário grande.
Coloque no fundo o brigadeiro mole, depois por cima distribua os morangos, os suspiros quebrados e por cima o creme de chocolate branco. Finalize decorando com os mirtilos ou com pedaços de morangos. Leve para gelar por no mínimo três horas.

Obrigada Andressa por nos presentear com esta receita fácil e maravilhosa.

Os vinhos da noite:








quarta-feira, junho 22

Bolo de pinhão com leite condensado


Depois de dar um longo tempo nas gordíces, aumentar a atividade aeróbica e reduzir drasticamente o consumo de gorduras e açúcar, o resultado foi: nem um quilinho sequer a menos! Que balança cruel. Mas posso dizer que foram muitas festas regadas a bons vinhos, novos amigos, muitas viagens que me deixaram muito feliz independente de todo o açúcar economizado.
Hoje decidi fazer uma nova receita. Seria um bolo de tangerina pois está na época desta fruta e achei que ia aromatizar bem a casa que está um pouco gelada com o inverno rigoroso de Santa Catarina. Mas, a Marta, minha assistente, viu que tinha uns pinhões na geladeira e sugeriu uma receita com eles. As tangerinas vão esperar. Pra quem não conhece, pinhão  é a designação genérica da semente de várias espécies de pinaceaes e araucariaceaes, plantas gimnospérmicas, isto é, cuja semente não se encerra num fruto.  No Brasil, o termo pinhão geralmente designa as sementes da Araucaria angustifolia, árvore de destacada importância cultural, econômica e ambiental na região sul e em algumas partes do sudeste.

 HaHá! Wikipédia em ação! Entre amigos e panelas também é conhecimento agregado.
Em Santa Catarina o pinhão é talvez a comida mais típica do estado, sendo consumido assado ou cozido, destacando-se alguns pratos, como a paçoca de pinhão e o entrevero. O mesmo acontece no Rio Grande do Sul, estado em que o pinhão é tradicionalmente consumido nos meses de outono e inverno. No Paraná, estado cujo símbolo é o pinhão, são feitos os doces de pinhão, frango ensopado com pinhão, sopa de pinhão, cordeiro ao molho de pinhão e outras iguarias paranaenses. O pinhão é também apreciado como aperitivo e em várias sobremesas. Existem até mesmo diversas "festas do pinhão", que são festivais culinários que se realizam em uma boa parcela das cidades do interior do estado, onde há grande ocorrência de araucárias.
Além de ser utilizado como ingrediente em alguns pratos, o pinhão pode ser consumido de forma isolada, normalmente assado ou cozido.
Quero dedicar esta receita as minhas queridas amigas Cida (Rio de Janeiro), Sara (Vitória), Leninha (Belo Horizonte), Rosani (Blumenau), Jô (São Paulo) e Jô (Curitiba) e dizer a todas que estou ansiosa pra setembro chegar e estarmos todas juntas outra vez.  Um bolo de felicidade pra vocês meninas!

Ingredientes:
  • 150 gramas de manteiga em temperatura ambiente
  • 4 ovos
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 xícaras de pinhão cozido descascado e triturado
  • 1 lata de leite condensado
  • 1/2 xícara de leite integral
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 colher (chá) de canela em pó
Preparo:

Unte com uma colher de chá de manteiga uma forma média de buraco no meio. Preaqueça o forno a 180 graus. Separe as gemas das claras. Em uma tigela bata as claras em neve e reserve.  Em outra tigela bata as gemas até dobrarem de volume, acrescente a manteiga e bata até formar um creme. Vá adicionando o leite condensado batendo sempre. Em seguida acrescente a farinha de trigo e o leite, batendo por mais um minuto. Junte o pinhão triturado (eu triturei o meu no mixer, mas você pode fazer no liquidificador um pouco de cada vez) e bata mais um pouco em velocidade baixa. Acrescente as claras em neve e por ultimo o fermento somente misturando com uma espátula até incorporar.  Despeje na forma e leve para assar por aproximadamente 30 minutos, até que esteja dourado e que testando com um palito ele saia seco. Salpique o açúcar misturado com a canela por cima e faça um café quentinho para acompanhar.


 

domingo, junho 19

Sorvete de festa e Torta de nozes pecan da Karen Follador de Florianópolis SC


Conheci a Karen a pouco tempo. Tive o privilégio de ser recebida em sua maravilhosa casa em Florianópolis. Era a comemoração do aniversário de 35 anos de formatura da turma do Ronaldo. E foi ela mesma quem preparou todos os pratos com a ajuda de sua filha linda e grande cozinheira. Tudo estava ótimo, em um ambiente de muita alegria e descontração como só é possível para amigos de tão longa data.  As sobremesas fecharam com chave de ouro a ocasião tão especial.  A Karen de próprio punho escreveu para mim as receitas que sabia de cabeça. Um sorvete de festa mesclado de sabor suave e uma torta de nozes pecan realmente surpreendente. Grandes aliados agora em dias de festa.
Obrigada querida!  Pela recepção calorosa e pelas receitas que agora compartilho com todos.

Ingredientes:

Creme amarelo:

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 medidas na lata de leite integral
  • 4 gemas
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
Creme de chocolate:
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 meditas na lata de meite integral
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • 6 colheres (sopa) de cacau em pó
Preparo:

 Misturar todos os ingredientes do creme amarelo e levar ao fogo mexendo sempre até ferver e engrossar um pouco. Deixe esfriar, bata no liquidificador e coloque em uma forma previamente caramelizada. Leve ao congelador por uma hora. Enquanto isso prepare o segundo creme.
Proceda como no creme amarelo, levando ao fogo todos os ingredientes, deixando esfriar e batendo no liquidificador. Despeje sobre o Primeiro creme antes que este esteja completamente congelado para que se mesclem. Deixar congelar muito bem. Retire uns 10 minutos antes de servir para que você possa desenformar. Ou coloque rapidamente a forma em uma vasinha com água quente para que se desprenda o fundo.

Torta de nozes pecan


Ingredientes:

Massa:
  • 150 gramas de manteiga
  • 90 gramas de açúcar
  • 250 gramas de farinha de trigo
  • 1 gema
  • 2 colheres (chá) de fermento
Recheio:
  • 2 xícaras de nozes pecan picadas mais algumas inteiras para decorar
  • 150 gramas de manteiga
  • 120 gramas de açúcar
  • 3 colheres (sopa) de leite
Preparo:
Misturar todos os ingredientes da massa e amassar bem com as mãos até dar ponto. Abrir em uma forma de fundo removível para tortas tamanho médio. Cubra com filme plástico e leve à geladeira enquanto prepara o recheio.
Em uma panela levar ao fogo brando todos os ingredientes do recheio cozinhado-os por 5 minutos. Deixe amornar, coloque sobre a massa, decore com a nozes inteiras e leve ao forno preaquecido a 180 graus para assar por 30 minutos aproximadamente. Deixe esfriar e sirva.  

terça-feira, março 15

Fabiana Saramento. Chocolate revestido de amor.



Viver em uma nova cidade é um desafio diário. A cada dia uma descoberta, uma surpresa. Muitas vezes a ausência de um produto ou serviço que estávamos acostumados nos deixa um pouco desapontados, mas, um número enorme de vezes somos surpreendidos com lugares e pessoas que vão além da expectativa que se tem geralmente para uma cidade pequena.
Estamos descobrindo Itapema. Decidi fazer então, uma série de postagens sobre a gastronomia local, contando um pouco para meus leitores como é viver e comer neste lindo balneário catarinense.
Nesta primeira postagem de Itapema Gastronômica quero falar da descoberta de uma produtora local de uma paixão quase unânime dos aficcionados  por gastronomia: o CHOCOLATE. Quero lhes apresentar uma pessoa encantadora e apaixonada pelo trabalho que faz como chocolatier.
Fabiana Saramento é daquelas pessoas que quando se encontra na vida, transmite um amor tão grande pelo que faz que nos provoca instantaneamente uma vontade de entender o processo de fabricação de um chocolate, como se este conhecimento aumentasse ainda mais o prazer de degustá-lo. Nos recebeu para uma visita a Saramento's Chocolate, empresa que toca juntamente com sua família e funcionários, dedicados a acrescentar um valor importantíssimo em cada chocolate que produzem: uma dose enorme de amor.


Ela nos conta que começou a produzir o seu chocolate no ano de 1998 de forma totalmente manual e sem muito conhecimento. A necessidade de adquirir novos conhecimentos e construir uma marca levou a Fabiana a se especializar em chocolataria. Cursou sua especialização em chocolataria pela Escola de Chocolataria Castelli, em Canela no RS. O conhecimento adquirido permitiu então avançar em novos desafios de produção, chegando hoje a produzir aproximadamente 4 toneladas de chocolate para a páscoa.
Sua história é pautada por muitas lutas e vitórias. No meio de todo este empreendedorismo existe um histórico de verdadeiras batalhas travadas contra doenças graves no ambiente familiar. O que nos parece que contribuiu de alguma forma para que a união familiar em torno do negócio e consequente crescimento empresarial aumentasse ainda mais. Fabiana nos conta com paixão a sua trajetória e seus planos futuros de fazer a Saramento's chocolate galgar posição nacional e até ultrapassar nossas fronteiras.
         

Junto à fábrica está a loja de vendas ao consumidor. Minha visita se deu no ultimo domingo no finalzinho da tarde. Surpresa fiquei ao ver um publico constante, loja cheia em um dia e horário que teoricamente deveria ser mais calmo. Para chegar a loja passa-se por um corredor decorado de sombrinhas coloridas até encontrar com uma graciosa porta cor de rosa que se abre para um suspiro desejoso dos mais apaixonados por chocolate.


Como estamos muito próximos da páscoa, a loja está cheia dos mais variados tipos de ovos e coelhos, além de toda a linha tradicional  Já de entrada fui saudada por D. Elizabeth, mãe da Fabiana que me ofereceu um bombom recheado com castanhas maravilhoso. A partir de então foi uma sucessão de diferentes tipos ao caminhar por seus corredores buscando entender a processo de fabricação. A experiência culminou na prova da linha assinatura, o chocolate Premium assinado pela Fabiana. Um chocolate muito rico em sabores, com 43% de cacau, sem glúten nem gordura fracionada ou hidrogenada.



Fabiana orgulhosamente me apresentou a cada um dos seus colaboradores com especial destaque para sua irmã Flávia , sua mãe D. Elizabeth e seu pai  Álvaro, que estavam na produção naquele momento. Todos trabalham em uma atmosfera de absoluto bom humor, como se o aroma do chocolate circulasse em torno de suas sinapses trazendo endorfinas constantes ao cérebro.
Em uma conversa um tanto descontraída, a chocolatier se revela uma pessoa de gostos requintados, uma amante dos sabores gastronômicos e da enologia. Gostos que sem dúvida influenciam na produção de seus chocolates gourmet assinados.

Parabéns Fabiana e a toda família Saramento, pela coragem, pela garra e por seus chocolates deliciosos.

Saramento's Chocolate
Rua 406-c nº 187 Itapema SC
(47)3368-5709

terça-feira, março 1

Bolo de maçã, banana e granola sem açúcar. Sobre TPM, vontade de comer doces e manter a dieta


O feminino é incrível. Sua alegria intempestiva, seus arroubos de emoção, sua sensibilidade extremada, sua força e sua fragilidade. Tudo isso é fascinante aos olhos de muitos homens e mulheres. É claro que frequentemente nos perdemos nos meandros de nossas próprias contradições, como,  desejar muito emagrecer e ter uma necessidade opressiva por um pedaço de chocolate.
Tentando fazer com que a TPM não seja uma tortura total em momento de dieta, criei hoje uma receita de um bolo de bananas, maçã e granola. Cheio de fibras que criam uma sensação de saciedade, um tanto de frutose, molhadinho e gostoso acima de tudo.
Muito bom para aquele lanchinho no meio da tarde sem ficar com uma tremenda dor na consciência, pois cada fatia de 60 gramas tem apenas aproximadamente 100 calorias.

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 1 xícara de uva passa
  • 5 bananas
  • 60 ml de óleo de soja
  • 1 maçã
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 1/2 xícara de granola
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • Margarina para untar a forma
Preparo:

No liquidificador bata os ovos, o óleo, as passas e as bananas. Em uma tigela misture a maçã descascada e picada, a granola e a canela em pó. Despeje a mistura do liquidificador e mexa bem até incorporar tudo. Por ultimo coloque o fermento e mexa somente até misturar bem. Despeje em duas formas de bolo inglês ou em uma forma de buraco no meio bem untadas com margarina.  Asse em forno pré-aquecido a 180 graus por 30 minutos. Pode desenformar ainda quentinho

 




sábado, fevereiro 27

Mousse de coco com molho de frutas vermelhas e vinho do porto


Esta sobremesa eu fiz em um dos jantares da nossa confraria catarinense. Pensei nela depois de jogar fora um creme brulee que ficou extremamente açucarado. Nossos amigos acharam perfeita a combinação do sabor suave do mousse de coco e o azedinho das amoras, mirtilos e morangos.
Sugiro que usem uma taça ou um copo transparente para a montagem.

Ingredientes:

  • 100 gramas de coco ralado fresco
  • 1 lata de leite condensado
  • 500 ml de leite integral
  • 3 colheres de sopa de amido de milho
  • 1 caixa de creme de leite
  • 200 ml de leite de coco
  • 2 claras em neve
  • 1 caixinha (150 gramas) de mirtilos
  • 1 caixinha (150 gramas) de amoras
  • 1 bandeja pequena de morangos picado
  • 100 ml de vinho do porto
  • 4 colheres de açúcar 
Preparo: 

Prepare o mousse de coco. Em uma panela leve ao fogo o leite condensado, o leite de coco, o amido de milho e o coco ralado. Mexa até ferver e engrossar o creme. desligue o fogo, misture o creme de leite. Deixe esfriar. Bata as claras em neve, misture ao creme, distribua nas taças e leve à geladeira por no mínimo 3 horas.
Prepare o molho. Em uma panela coloque o açúcar, as frutas e o vinho do porto. Leve ao fogo mexendo sempre até engrossar o molho e o vinho evaporar.  Deixe esfriar. Na hora de servir despeje uma colherada cheia por cima do mousse de coco.






sexta-feira, fevereiro 26

Rocambole de carne moída acompanhado de batatas ao murro


Buscando um prato rápido e fácil, a carne moída é sempre um coringa. Este rocambole é extremamente simples e muito gostoso. As batatas ao murro, fiz cozinhando diretamente na água porque estava com pressa, mas, o jeito tradicional português seria leva-las ao forno cobertas de sal grosso.  Perfeito para um jantar rápido em uma sexta a noite preguiçosa.


Ingredientes:
  • 1 quilo de patinho bovino moído
  • 1 xícara (chá) de farinha de rosca, (pose substituir por aveia ou quinoa)
  • 1 ovo
  • 1 pimentão amarelo
  • 2 cebolas tamanho médio
  • 1 tomate
  • 1 cenoura ralada
  • 1/2 xícara de azeitonas sem caroço fatiadas
  • 300 gramas de mortadela bologna
  • 300 gramas de queijo muzzarela
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 2 ramos de alecrim fresco
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa de manteiga
  • 1 quilo de batatas pequenas.
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado.

Preparo:

Em uma tigela coloque a carne, a farinha de rosca, o ovo, 1 cebola e 1 tomate picados bem miudinho e amasse bem com as mãos. Tempere com sal e pimenta e abra a mistura sobre um papel alumínio em forma de um retângulo de aproximadamente 40 cm. Distribua sobre a carne as fatias de mortadela e de queijo. Pique  o pimentão e a cebola em tiras e espalhe por cima de maneira uniforme. Espalhe por ultimo as azeitonas e a cenoura ralada. Enrole em forma de rocambole fechando bem as extremidades. Embrulhe com o papel alumínio e asse por 25 minutos em forno pré-aquecido a 180 graus. Após esse tempo abra o papel alumínio e asse por mais 10 minutos.
Enquanto o rocambole assa prepare as batatas. Coloque as batatas com casca em uma panela com água, sal e cozinhe até que furando com um palito esteja macia porém firme. Escorra e amasse-as levemente de maneira que se abram mas permaneçam inteiras. Em uma frigideira grande derreta a manteiga junto com o azeite e frite levemente o alecrim. Subirá um aroma delicioso. Junte as batatas virando para que dourem, temperando com sal e pimenta do reino. Despeje em uma assadeira, salpique o queijo ralado e leve ao forno até que doure o parmesão. Fatie o rocambole e sirva com as batatas.

quinta-feira, fevereiro 25

Torta de maçã fácil. Auto indulgência em tarde chuvosa.



 Há dias que a gente sente que não devia sair de casa. O elevador fica com um degrau e você tropeça, o carro dá sinais de que a bateria está gastando e demora a pegar, um ciclista sem noção de regras de trânsito atravessa na sua frente, é impossível estacionar perto do trabalho e quando você está saindo o céu enegrece e subitamente cai uma chuva intensa daquelas que molham tudo em 30 segundos. Com a roupa e a alma molhadas, posso hoje permitir o prazer, já me perdoando pela gulodice, de uma xícara de café quente acompanhada de um pedaço desta adorável tortinha de maçã feita em poucos minutos.
Mas nem pode-se chamar esta receita de uma autêntica gordície pois tem apenas 170 calorias um pedaço relativamente grande.  Tenho usado um aplicativo para medir o valor calórico das receitas. Adiciono todos os ingredientes e divido em partes iguais depois de pronto. Ele automaticamente calcula quantas calorias tem por porção. Chama-se Myfitnesspal. Uso pra fazer dieta de controle calórico e programação de atividade física.
 Esta é uma receita para todos. Até quem não sabe cozinhar pode fazê-la sem medo. Minha amiga Cida Conti do Rio de Janeiro que o diga. Em uma visita que nos fez a poucos meses eu lhe disse que ela faria a torta do café da tarde. Dei as orientações e ela fez a torta em poucos minutos e mandou, toda orgulhosa, as fotos para as filhas no Rio.

Ingredientes:


  • 3 maçãs
  • 1/2 limão
  • 2 ovos
  • 1 xícara de leite (Usei o semidesnatado)
  • 2 colheres de sopa de manteiga 
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de farinha
  • 1 colher (sopa) de fermento
  • 1 pitada de sal 
  • canela em pó
Preparo: 

Descasque e fatie as maçãs em laminas finas. Esprema o limão sobre elas misturando para que passe por todas. Isso evitará que fiquem escuras.
Preaqueça o forno a 180 graus. Em uma tigela misture todos os ingredientes secos. Em outra bata ligeiramente os ovos com o leite. Derreta a manteiga mas não deixe ferver. 
Em um refratário médio faça uma camada de maçã, polvilhe com canela e depois com uma camada fina da mistura de farinha. Repita o processo até terminar com a mistura de farinha. Despeje sobre a montagem a mistura de ovos e leite, depois a manteiga derretida e por fim salpique com canela em pó. Asse por 40 minutos. 

quarta-feira, fevereiro 24

Mini Hambúrguer light sem glúten com saladinha de espinafre e tomatinhos


Fazer dieta pode ser uma tarefa heróica pra quem é amante da gastronomia.  Todos os dias tem que se pensar o cardápio de forma a ingerir o menor número de calorias possível sem perder a saúde e o prazer.  Passada a temporada de verão o saldo pode ser desagradável na balança. Mas não vamos desistir!
Preparei estes mini hambúrguers para o jantar. Ficaram leves, saborosos e com apenas aproximadamente 92 calorias cada. Pra quem não tem intolerância a glúten é possível substituir a quinoa por aveia. A saladinha fica a seu critério. Esta é de espinafre e tomatinhos sweet grape. Eu fiquei surpresa por obter tanto sabor em um hambúrguer sem adição de bacon ou outro tipo de gorduras.

Ingredientes:


  • 1 ovo
  • 1 cebola pequena
  • 2 dentes de alho
  • 1 tomate
  • 5 colheres (sopa) de quinoa
  • 1 colher (cha) de sal
  • 400 gramas de patinho bovino moído
  • 1 colher (sopa) de salsa desidratada
  • pimenta do reino a gosto
Preparo: 

Pique a cebola, o alho e o tomate em pedacinhos bem pequenos. Em uma vasilha misture todos os ingredientes amassando bem com as mãos. Cubra com filme plástico e leve a geladeira por 20 minutos. Retire da geladeira, faça bolinhas e amasse para formar o hambúrguer.  Esta receita rendeu 12 mini hamburguers de 60 gramas cada. Você pode fazer do seu tamanho preferido. Unte uma frigideira com óleo de soja e grelhe os hamburgers de ambos os lados até ficar bem dourado. Escolha o acompanhamento de sua preferência e bom apetite!







Fettuccini de palmito pupunha com pirarucu


2016! Nova casa, nova cidade e novo prato do Ronaldo. Fiquei um pouco preguiçosa neste final de ano. Estava me preparando para uma grande mudança  e aproveitei pra relaxar um pouco na praia na companhia da família e dos amigos. Mas agora, vamos voltar à ativa com novas receitas e muitas novidades nesta nova etapa da vida em Itapema SC. Pra quem não conhece, Itapema é um lindo balneário Catarinense com uma população em torno de 55.000 habitantes e considerada a terceira cidade a receber o maior número de turistas no estado de Santa Catarina. E é daqui que escreverei pra vocês agora.
Pra começar, um prato sofisticado e gastronômico, bem com cara de verão que o Ronaldo preparou semana passada.
O pirarucu é um peixe de água doce e bem grande. Pode atingir 3 metros e pesar até 250 quilos. Eu conheci o peixe através do chef Ivan Lopes, já publiquei sobre ele (veja aqui), que fez um jantar maravilhoso para nós. O fettuccini de pupunha eu nunca havia provado, mas, fiquei encantada ao descobrir que é somente o palmito cortado em forma de fettuccini. O que é maravilhoso pois 100 gramas tem apenas 29 calorias e nada deixa a desejar no sabor. Você encontrará o fettuccini de pupunha (ou espaguete) nos mercados gourmets de sua cidade. Alguns supermercados mais bem abastecidos também ja vendem o produto.  Vamos a receita?

Ingredientes:

1 cebola grande picada
4 colheres (sopa) de óleo de soja
4 dentes de alho picados
6 tomates italianos picados
1 xícara de polpa de tomate
1 maço de manjericão
2 limões sicilianos
1/2 quilo de fettuccine de palmito
3 pedaços grandes de pirarucu. (aprox. 750 gramas)
3 colheres (sopa) de mostarda preta
3 colheres (sopa) Shoyo
1/2 pimentão amarelo picado
Sal e pimenta do reino a gosto.


Preparo:


Antes de começar a preparar o peixe, leve ao fogo uma panela grande com 4 litros de água para cozinhar o fettuccini. Assim já estará fervendo quando precisar.
Tempere o peixe com o suco de 1 limão siciliano, sal e pimenta do reino a gosto. Use pouco sal pois a mostarda e o shoyo são bem salgados. Em uma frigideira anti-aderente coloque 2 colheres de óleo, sele o peixe de ambos os lados e coloque-os em uma assadeira. Misture a mostarda e o shoyo e espalhe sobre o peixe. Coloque metade dos galhos de manjericão sobre ele e por cima distribua o limão siciliano cortado em rodelas. Leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por 11 minutos.
Enquanto isso cozinhe o fettuccini por 5 minutos na água com sal. Pique a cebola, os tomates e o pimentão. Na frigideira em que selou o peixe, coloque o óleo restante e frite a cebola, o alho e depois os pimentões. Acrescente os tomates, a polpa de tomate e refogue. Tempere com sal e pimenta a gosto, junte o manjericão restante  e misture o molho à massa. Retire os limões do peixe e monte o prato fazendo um ninho com o fettuccini e dispondo o peixe ao lado.
Fiquem tranquilos pois é um prato light!


 


quarta-feira, dezembro 2

Empanadas argentinas de carne.


Sempre fui louca por pastéis. Assados, de feira, com recheio de carne, queijo, camarão, banana com canela. Quando era criança na cantina da escola o meu favorito era o "Banana Real", um pastel de massa frita com recheio de banana e salpicado de açúcar e canela por cima. Que saudades da infância, quando a gente podia comer fritura sem culpa. Mas dá pra viver sem e optar pelos assados, tão saborosos quanto. Quando fui a Buenos Aires pela primeira vez, descobri que os pastéis são muito tradicionais por lá e se chamam empanadas.
Fiz estas para o jantar de ontem a noite. A massa ficou fina e crocante, parecendo um folhado, mas não tão quebradiço. Ficou ótimo!
Espero que gostem.

Ingredientes:


Recheio

  • 1/2 quilo de carne moída
  • 1 cebola picada
  • 1/2 pimentão vermelho picado
  • 1 colher (chá) de salsa desidratada ou fresca
  • 1 colher (sopa) de manjericão
  • 1/2 colher (café) de páprica picante
  • 2 colheres (sopa) de óleo de soja
  • 5 colheres (sopa) de molho de tomate
  • Sal a gosto
Massa

  • 1 caixinha de creme de leite 
  • 1 ovo para pincelar
  • 4 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de sal
  • 2 ovos inteiros
  • 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
  • 2 colheres (sopa) de margarina 
Preparo do recheio.

Em uma panela aqueça o óleo e frite ligeiramente a cebola. Junte a carne moída e vá mexendo até que esteja toda refogada. Junte os demais ingredientes e cozinhe até que evapore todo o caldo. Deixe esfriar.

Preparo da massa:

Numa tigela coloque a farinha, o fermento, o sal, o ovo, a margarina e o creme de leite.
Misture tudo, amasse bem para dar o ponto de abrir. Embrulhe a massa em um saco plástico e deixe descansar por 20 minutos na geladeira.
Abra a massa com um rolo em uma superfície enfarinhada e vá formando os pastéis.
Use uma tigela para cortar ou corte em quadrados e acerte com a faca as bordas depois de rechear.
Ponha o recheio e aperte bem as bordas, usando a ponta de um garfo ou fazendo voltinhas amassadas.
Pincele com o ovo batido e leve ao forno pré-aquecido a 200 graus, em tabuleiro untado por 25 minutos aproximadamente.


sexta-feira, novembro 27

Biscoito de polvilho sequinho da Nany Ni de Santo André - SP



Vivi toda a minha infância rodeada pelos biscoitos de polvilho da minha mãe. Quando chegava o mês de junho então nem se fala! A cidade inteira fazia biscoitos e trocava pratos durante os períodos de festa junina. Até hoje minha mãe pra nos agradar continua fazendo os famosos biscoitos de polvilho. Mas ela diz que não tem receita. Vai colocando tudo e pronto! muito fácil, anos de prática! Ha Ha Ha!
Recentemente em um dos grupos de gastronomia que participo, uma leitora postou esta receita de biscoitos sequinho de polvilho.  A Nany Ni mora em Santo André em SP. Tem um filhinho que adora os biscoitos e por isso ela os faz sempre. Olha a cara dele quando os vê. Que fofo!!
A Nany trabalha com encomendas de pães. Hoje ela me prometeu enviar uma receita de pão de milho recheado com goiabada. Estou louca pra provar.
Pra quem mora em Santo André e deseja provar os seus deliciosos pães segue o contato do whatssapp da Nany (011) 98831-1762
Obrigada Nany por compartilhar conosco.


Ingredientes:

500 g de povinho azedo
225 ml de água fervente
200 ml de leite
200 ml de óleo ( um pouquinho menos para ficar mais sequinho )
1 ovo
Sal a gosto
50 g de queijo ralado ( opcional )
...………………
Colocar metade da água , metade do óleo e metade do leite e o sal no polvilho e fazer uma farofa misturando bem , colocar o sal o restante do óleo e do leite e o ovo misturar bem e acreditar o restante da água fervente até o ponto mole bem homogeneizado e colocar em saco de confeitar e cortar a ponta , fazer os biscoitos finos e com espaço pois crescem , e assar.
Essa receita não precisa ferver todos os líquidos para escaldar.

quarta-feira, novembro 25

Prime rib com arroz ao molho de calabresa.

No final de semana  o Ronaldo surpreendeu com mais uma de suas invenções "delícia-gastronômicas". Um prime rib com um molho a base de alho acompanhando de um arroz com calabresa molhadinho. Fantástico!! Eu que não sou lá muito fã de costela adorei este corte da carne e a maneira como ele fez, pois fica muito saborosa e macia. Pra quem não conhece este corte segue uma explicação básica e na sequencia a receita desta delícia. Fácil e de rápida execução, o que é uma surpresa considerando o chef.

O Prime rib, como o próprio nome diz na livre tradução do inglês, é uma costela de primeira ou premium. Atualmente, é um dos cortes mais aclamados da alta gastronomia. Na prática, é extraída da caixa torácica superior da costela do animal, incluindo no seu miolo uma carne de alta qualidade e bem marmorizada.
Também chamado de ancho com osso ou filé de costela, Prime rib é o corte feito na transversal, a favor das vértebras, de forma semelhante à bisteca.
O nome Prime rib, de origem norte-americana, é intencionalmente usado para demonstrar seu valor e diferenciá-la como uma parte mais especial da costela. É extraída de animais de altíssima qualidade. Também é chamada de chuletón, na Espanha, e costata, na Itália.




Ingredientes:

  • 2 pedaços de prime rib cortado em fatias de aprox. 4 cm (aprox. 1 quilo)
  • 3 colheres (café) de sal grosso
  • 5 colheres (sopa) de azeite extra virgem
  • 8 dentes de alho descascados
  • 4 colheres (sopa de óleo
  • 1 linguiça calabresa picada
  • 250 gramas de polpa de tomate
  • 1 colher (chá) de açúcar
  • 1 1/2 xícaras de arroz
  • 1 colher (chá) de ervas de provence
  • pimenta do reino a gosto
Preparo:

Prepare o arroz normalmente. Arroz branco.
Em uma frigideira grande colocar duas colheres de óleo, aquecer bem e selar a carne de ambos os lados. Não coloque sal para não perder os líquidos da carne. Quando estiver dourada de ambos os lados transfira para uma assadeira. Pré-aqueça o forno a 180 graus.
Bata no mixer ou no liquidificador se você não tiver um, o alho, o sal grosso, o azeite e uma pitada de pimenta do reino. 
Espalhe essa mistura de alho sobre o prime rib. Somente na parte de cima. Salpique as ervas de provence e leve ao forno por 18 minutos. (Ao ponto)
Na mesma frigideira em que você selou a carne, acrescente as duas colheres de óleo restantes e frite levemente a calabresa picadinha. Junte a polpa de tomate, o açúcar e pimenta do reino a gosto. Deixe cozinhar por uns três minutos. Retire do fogo e misture no arroz previamente preparado.

Voilá!


sexta-feira, novembro 20

Bolo de fubá com goiabada sem glúten e sem lactose.


Muitos leitores celíacos e intolerantes a lactose me enviam pedidos de receitas. Eu tenho no blog a política de só publicar uma receita minha após testá-la. Só publico direto quando são receitas enviadas pelos meu leitores. Fazia alguns dias que eu estava com vontade de fazer este bolo com pedacinhos de goiabada dentro e calda por cima.
Taí. Testado, aprovado e delicioso! Com um cafezinho fica uma delícia.

Ingredientes:

1 xícara (chá) de fubá
2 ovos
200ml de leite de coco
½ xícara (chá) de açúcar
½ xícara (chá) de óleo
3 colheres (sopa) de amido de milho
3 colheres (sopa) de coco ralado
1 colher (chá) de fermento em pó
150g de goiabada em cubinhos

Para a calda:

4 colheres (sopa) de goiabada picada
2 colheres (sopa) de água

Preparo:

No liquidificador bata os ovos, o leite de coco, o açúcar e o óleo. Acrescente o fubá, o coco e o amido e bata novamente até que todos os ingredientes estejam incorporados, por último adicione o fermento e bata mais uma vez.
Em uma forma com furo central untada com óleo e polvilhada com fubá adicione metade da massa, adicione metade dos cubos de goiabada e repita o processo.
Leve ao forno pré-aquecido a 180° por aproximadamente 45.
Espere esfriar um pouco e desenforme.
Para calda de goiabada em um potinho coloque a goiabada picada e a água, misture e leve ao micro-ondas por 1 minuto e 30 segundos. Misture bem e despeje sobre o bolo.

Está pronto! Bom apetite:)



sexta-feira, novembro 13

Torta holandesa da Alda Oliveira de Vitória ES

No último domingo eu estava em Vitória para a nossa reunião familiar que antecede o Natal. Na minha família fazemos esta reunião em um almoço na casa da nossa matriarca. Nós chamamos este almoço de pré-Natal. Ele por si só já é uma festa. Cada um leva um prato diferente, colocamos as conversas em dia, sorteamos o amigo secreto da festa de Natal e decidimos o que cada um vai levar de comidas e bebidas para a festa.
Neste nosso pré-Natal todos os pratos estavam deliciosos. Com especial destaque para a sobremesa que a minha irmã Alda levou. A maioria das pessoas pensam que a torta holandesa obviamente foi criada na holanda, mas, é um doce brasileiro. Ela tem sua origem bem aqui, precisamente em Campinas. A receita de torta holandesa original foi criada por uma brasileira no ano de 1991. A torta leva o nome “Holandesa” por conta dos bons momentos que ela passou na Europa, fazendo então essa homenagem.
Existem hoje  muitas versões deste doce tão gostoso. Segue pra vocês apreciarem a versão da minha irmanzinha. 





Ingredientes:

Para o creme 1

  •  1 lata de leite condensado
  • 2 medidas da lata de leite
  • 1 gema
  • 3 colheres (sopa) de amido de milho
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 2 colheres (chá) de gelatina sem sabor incolor
  • 2 colheres (sopa) de água
Para o creme 2 (cobertura)

  • 1 tablete (180 grs) de chocolate ao leite
  • 1 caixa de creme de leite (200 ml)
  • 1 pacote de biscoito maisena (vai usar o quanto for necessário)
  • 1 pacote de biscoito calipso ou tortilha 
Preparo: 

 Leve ao fogo o leite condensado, o leite (deixando um pouco para diluir o amido de milho), a gema e  o  amido diluído, mexa até formar um creme.  Desligue e acrescente o creme de leite e a gelatina dissolvida em banho Maria nas duas colheres de água ou no microondas por 20 segundos.  Espere esfriar.

 Forre o fundo de uma forma de aro removível  com o biscoito maisena. Contorne as laterais com os biscoitos calipso ou tortilha. Coloque o creme em cima do biscoito maisena.  Leve a geladeira por umas 4 horas. derreta em banho Maria o chocolate e acrescente o creme de leite e jogue em cima do creme branco.  Leve novamente para geladeira até adquirir  consistência.  Desenforme e decore por cima com o biscoito que você usou nas laterais.